Confusão em futebol amador termina em pancadaria outra vez em Ribeirão Bonito

Briga teria começado após provocações de jogadores e torcedores, que também estavam envolvidos em discussão que acabou com um homem agredido dentro do hospital

Brás Henrique, especial para O Estado de S.Paulo

25 de outubro de 2010 | 14h42

RIBEIRÃO PRETO - Uma partida de futebol amador, entre um time de Ribeirão Bonito e outro do distrito de Guarapiranga, terminou em confusão generalizada, no início da noite de domingo 24, num bairro do município, no interior de São Paulo. Quatro pessoas ficaram feridas e um preso. Alguns torcedores são os mesmos que participaram de outra confusão 11 dias antes, em jogo de futsal, que acabou com um homem agredido dentro do pronto-socorro da cidade.

 

A briga no campo de futebol ocorreu após provocações dos dois lados, quando pelo menos 50 pessoas teriam invadido o gramado. Em depoimento, Renivaldo Rosa da Silva, de 27 anos, preso por esfaquear Valdeir Ferreira da Silva, de 18 anos, alegou ter puxado o canivete para defender o irmão, que estava muito ferido. Os pais dos dois estavam entre os torcedores e também foram agredidos.

 

Valdeir Silva, que foi esfaqueado, também esteve envolvido na confusão de 11 dias antes. O delegado Marco Aurélio Gonçalves Costa irá pedir o cancelamento das partidas de futebol amador da cidade no período noturno e nos campos que não tiverem policiamento.

 

Agressão no hospital. A briga anterior culminou com o espancamento do trabalhador rural Alaelson Santana de Queiroz, de 23 anos, dentro do pronto-socorro, e quatro presos. A confusão teria começado após uma discussão entre os rapazes. Depois do desentendimento, Alaelson deu uma facada em outro homem. Em seguida, o grupo o perseguiu até o pronto-socorro, onde ele foi agredido com barra de ferro, socos e pontapés, com a ação gravada por uma das câmeras do circuito interno, o que ajudou a polícia na identificação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.