Confrontos com a Rota deixam dois mortos e 1 detido na capital e Grande SP

Casos serão investigadas pelo DHPP; boletins de ocorrência têm poucas informações

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

17 Julho 2012 | 05h31

SÃO PAULO - Dois supostos confrontos com policiais militares das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota), um na capital e outro no Grande ABC, deixaram um saldo de dois suspeitos mortos e um detido na noite de segunda-feira, 16.

 

O primeiro tiroteio ocorreu às 18h45, na esquina da Rua Professor Jaçanã Altair próximo à Avenida dos Sertanistas, na região de São Mateus, zona leste de São Paulo. Dois homens, em uma moto roubada, teriam atirado contra os policiais ao serem abordados e perseguidos pela viatura M-91284. O rapaz baleado morreu quando era atendido no pronto-socorro do Hospital Geral de São Mateus. O outro foi detido e encaminhado para a Central de Flagrantes da 8ª Delegacia Seccional/Leste, onde o caso foi registrado pelo delegado Paulo Sérgio Françolin Júnior.

 

Uma hora depois, na Rua Vereador Dorival Joaquim Lopes, na Vila Antonio Tadeu, em Diadema, no Grande ABC, um suspeito  foi perseguido e baleado por policiais da Rota em mais um suposto confronto. De acordo com a polícia, ele foi encaminhado para o pronto-socorro central da cidade, não resistiu e morreu. O boletim de ocorrência registrado no 1º Distrito Policial de Diadema pelo delegado Marcos Vinícius Porcinato não possui detalhes sobre os veículos e as pessoas envolvidas no caso.

 

As duas supostas resistências seguidas de morte, nas quais não consta a identificação dos dois mortos e do suspeito detido, serão investigadas pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Mais conteúdo sobre:
violência Rota

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.