Confronto na Favela Tiquatira deixou pelo menos 4 feridos

Bebê de 1 ano continua em observação; uma mulher e uma criança já tiveram alta e policial ficou ferido

Solange Spigliatti, da Central de Notícias,

14 Maio 2009 | 10h37

Moradores da favela observam carcaça dos veículos queimados no confronto. Foto: Hélvio Romero/AE

 

Pelo menos quatro pessoas ficaram feridas durante o confronto entre moradores e policias militares na Favela Tiquatira, na Avenida Gabriela Mistral, na Penha, zona leste de São Paulo, na noite desta quarta-feira, 13. Uma mulher e uma criança tiveram alta na noite de quarta.

 

Um bebê de 1 ano continua internado no Hospital do Tatuapé, em observação. A menina teve traumatismo craniano e continua sob cuidados médicos e passa por avaliação médica e exames. Até por volta das 10h30 desta quinta ainda não havia previsão de alta, segundo a Secretaria Municipal da Saúde.

 

A mãe do bebê que segue em observação também chegou a ser hospitalizada. A paciente de 24 anos teve alta ainda na noite da quarta, junto com uma criança de 5 anos que ficou em observação após ter ferimentos leves. 

 

Um policial militar também ficou ferido durante o tumulto. De acordo com o PM, o policial foi atingido por pedras durante o confronto e passa bem.

Mais conteúdo sobre:
Favela Tiquatira confronto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.