Condenado homem que arrastou cão até a morte

A Justiça de Piracicaba, no interior de São Paulo, condenou por maus-tratos contra animais o mecânico Cláudio Messias, que em 2011 amarrou seu cão rottweiler no carro e o arrastou por seis quarteirões. Quando a corda que amarrava o cão rompeu, o motorista fugiu e abandonou o animal. O rottweiler morreu 15 dias depois, por causa dos ferimentos. O juiz Ettore Avolio condenou o acusado a pagar R$ 9.810,00 de multa e a prestar 200 horas de serviços voluntários no canil municipal. Messias disse que vai recorrer.

O Estado de S.Paulo

17 Janeiro 2013 | 02h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.