Condenada por furtar desodorante recebe habeas corpus em SP

Defesa da acusada de tentar um frasco no valor de R$ 9,70 alegou que ela não tem potencial criminoso

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

16 de outubro de 2007 | 13h32

Uma mulher que foi condenada por tentativa de furto de um frasco de desodorante conseguiu habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ) de São Paulo. Em 2003. V.M. foi acusada de tentar roubar um desodorante no valor de R$ 9,70 de uma loja da cidade. Funcionários do estabelecimento recuperaram o frasco e a condenaram por tentativa de furto. A pena para este tipo de crime prevê reclusão de um a quatro anos e multa. A defesa da mulher sustentou que a tentativa do furto aconteceu de forma simples e em circunstâncias que não que evidenciaram especial dolo ou potencial de criminoso na conduta da mulher.

Tudo o que sabemos sobre:
habeas corpusfurto de desodorante

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.