Concessionárias preveem tráfego pesado para o litoral até domingo

Entre 453 mil e 665 mil veículos devem descer a serra em SP entre quinta e domingo

Bruno Ribeiro, de O Estado de S.Paulo

26 de dezembro de 2012 | 21h28

Quem planeja passar a virada de ano no litoral paulista deve programar a saída de casa bem cedo na quinta-feira, 27. A Ecovias, concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes prevê fluxo intenso de veículos já a partir das 7 horas.

As duas pistas da Imigrantes e a pista norte da Anchieta estarão operando no sentido litoral. No domingo, dia 30, entretanto, apenas a pista norte da Imigrantes, e as duas da Anchieta, serão rotas de acesso à praia. Essa mudança está programada para ocorrer às 17 horas, segundo a Ecovias.

Na segunda-feira, véspera de ano novo, o sistema vai funcionar em operação normal e já a partir da 1 hora da madrugada do dia primeiro vai começar a operação subida, com a Imigrantes e a pista sul da Anchieta operando no sentido planalto.

Entre 453 mil e 665 mil veículos devem descer a serra pelas duas rodovias entre quinta e domingo. No feriado de Natal, a previsão era que até 413 mil automóveis descessem a serra. Até as 18 horas deste quarta-feira, 26, segundo a Ecovias, 420 mil carros fizeram a viagem - mas 336 mil tinham subido para o planalto. Na média de quarta, a cada hora desceram cerca de 6.500 automóveis, enquanto 2.500 subiram. A expectativa é que esse fluxo seja ainda maior hoje e, principalmente, na sexta-feira.

"A equipe da concessionária recomenda que os motoristas poupem o freio na descida da serra, mantendo o veículo engrenado, respeitem os limites de velocidade e não trafeguem no acostamento. As ultrapassagens devem ser feitas somente pela faixa da esquerda e os motoristas não devem se esquecer de revisar os itens básicos do veículo, tais como água, óleo, combustível e iluminação", diz a Ecovias, em nota.

Tamoios. A Rodovia dos Tamoios não é uma boa alternativa para quem quer escapar do trânsito das estradas. Ontem, a pista única no trecho de serra já não deu conta do enorme volume de carros no trecho de serra - nem com a instalação de uma faixa reversível, a partir do km 68, próximo à saída para Mogi das Cruzes. A via só é atrativa para quem vai para Caraguatatuba ou Ubatuba. Quem vai para as praias a leste dessas cidades deve optar por outras rotas, como a Rodovia Rio-Santos (Manoel Hypólito do Rego) e a Estrada Mogi-Bertioga (Rodovia Dom Paulo Rolim Loureiro).

A previsão do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) é que os piores horários para cruzá-la sejam das 14h de amanhã às 2h de sábado, das 7h às 18h do sábado e também das 7h às 14h de domingo.

Ainda de acordo com o DER, mais de um milhão de veículos circulem nas estradas estaduais do litoral nesta virada de ano. A Rio-Santos, entre Bertioga e São Sebastião, deverá ter um esquema de desvio para separar o fluxo para a Riviera de São Lourenço, em Bertioga, do restante dos carros, que tenham como destino São Sebastião.

Tudo o que sabemos sobre:
São Sebastiãotrânsito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.