Reprodução/Google Street View
Reprodução/Google Street View

Concessionária é multada por asfalto ruim em rodovia do interior de SP

Sanção se refere a trecho de quase cem quilômetros da Washington Luiz , na região de São José do Rio Preto

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

14 de outubro de 2016 | 19h50

SOROCABA - A concessionária Triângulo do Sol será multada em R$ 227,8 mil pela falta de conservação da rodovia Washington Luiz (SP-310), em um trecho de quase cem quilômetros, na região de São José do Rio Preto, interior de São Paulo. 

De acordo com a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), foi encontrado asfalto ruim em dez pontos entre o km 340,6 e o km 429,2, trechos ainda não recapeados. Até dezembro, serão recapeados 40 quilômetros de pistas. Segundo a Artesp, mesmo com os serviços em andamento em outros pontos da rodovia, é obrigação da concessionária manter toda a pista em boas condições de tráfego. 

O levantamento feito por uma empresa contratada mostrou que, nesses pontos, o asfalto está deteriorado inclusive nas camadas inferiores. O motorista Edgar Oliveira, funcionário de uma transportadora de Rio Preto, usa a rodovia duas vezes por semana e conta que há trechos deteriorados. "Tem até buracos na pista e no acostamento." A concessionária já havia sido multada três vezes este ano por problemas relacionados à conservação e obras na Washington Luiz e outras estradas que administra. Também recebeu outras seis notificações.

Em nota, a AB Triângulo do Sol informou que desconhece a multa noticiada pela Artesp e que cumpre rigorosamente os compromissos contratuais. A concessionária informou que, desde junho de 2015, vem realizando serviços que fazem parte do terceiro ciclo de recapeamento, como fresagem, reparos estruturais e outras obras de conservação na Washington Luiz. O término das obras está previsto para 2018.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.