Infográfico/Estadão
Infográfico/Estadão

Concentração para Parada Gay começa às 10h

Trechos da Avenida Paulista serão interditados para a passeata neste domingo

O Estado de S. Paulo

01 Junho 2013 | 18h30

SÃO PAULO - A concentração para a Parada do Orgulho Gay de São Paulo começa a partir das 10 horas deste domingo, 2, quando trechos da Avenida Paulista serão interditados para a passeata. Ao meio-dia, os trios elétricos iniciam o desfile pela via e seguem em direção à Rua da Consolação. A festa acaba às 21h30, na Praça da República, na região central, com um show de Ellen Oléria, vencedora do reality show The Voice Brasil, da TV Globo. 

O tema da parada deste ano é Para o Armário Nunca Mais! União e Conscientização na Luta Contra a Homofobia. Haverá uma manifestação contra o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, o deputado Marco Feliciano (PSC-SP), que fez declarações polêmicas sobre homossexuais.

Serão 17 trios elétricos – um deles será o da cantora Daniela Mercury, patrocinado pelo governo da Bahia, que pagou R$ 120 mil pela participação.

A organização espera 3,5 milhões de pessoas. A segurança será reforçada nesta edição, com 1,8 mil policiais militares e 22 câmeras de monitoramento.

Relembre, em fotos, a história da Parada Gay de São Paulo.

Ciclofaixa fechada. Por causa da realização da Parada Gay, a ciclofaixa de lazer da Paulista não será ativada neste domingo.

Parte da ciclofaixa do centro também ficará fechada. Na região central, não funcionará o trajeto entre o Viaduto do Chá, a Praça da República, o Largo do Arouche, Rua da Consolação e o acesso ao Elevado Costa e Silva. Outro trecho da ciclofaixa que não será ativado será o do entorno do Parque da Luz. Todas as outras ciclofaixas vão funcionar normalmente, com o horário regular, das 7 às 16 horas.

Mais conteúdo sobre:
Parada GaySão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.