Comprometimento até no sexo!

Kaká era um dos mais chateados com Dunga anteontem em Johannesburgo. Precisava dizer, ainda mais em entrevista coletiva, que no grupo "tem gente que não gosta de sexo", caramba?

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

29 de maio de 2010 | 00h00

O clima tenso só se desfez quando o técnico deu aquela explicação que lhe serve pra tudo: estava se referindo ao sexo sem comprometimento. O amor à pátria continua comendo solto na seleção, com uma condição preliminar: tem de vestir a camisinha verde-amarela, claro.

É muito fácil entender o Dunga! Sexo, no caso, foi só mais uma metáfora infeliz. Ele quis dizer que tem gente que não gosta de nada, e ninguém tem nada a ver com isso!

Não tem o sujeito que não gosta de samba? Pois então! Tem criança que não liga pra brincadeira, gordo que não dá a mínima pra chocolate, celebridade que não faz questão de aparecer, motorista de táxi que detesta dirigir, mãe adotiva que odeia criança...

Tem técnico que não tolera craque, tem jornalista que não atura técnico e, em ambos os casos, vice-versa. Quando não há comprometimento, que vigore a tolerância! Se o cantor Roberto Carlos acha que sexo e sorvete são as melhores coisas da vida, problema dele! Entendeu agora o que o Dunga quis dizer ao Maradona? Demorou, meu!

Descabelada

Que diabos o Departamento de Estado americano está esperando para contratar o cabeleireiro Celso Kamura?! O humor de Hillary Clinton piora toda vez que ela se olha no espelho.

A inveja é uma...

Da série "Você não nasceu pra ganhar dinheiro - relaxa, vai!", sabe qual será o salário do apresentador Raul Gil no SBT? Nem queira saber! Sai dessa, rapaz!

Inveja do Lula

Cristina Kirchner também adoraria despedir-se solenemente da seleção Argentina que vai disputar a Copa, mas já pensou se o Maradona aparece pelado para cumprimentá-la na Casa Rosada? E tem gente que ainda fala mal do Dunga - ô, raça!

Voz cavernosa

A pressão para que José Serra suba o tom de seu discurso ressuscitou o nome do senador Flávio Arns para candidato a vice na chapa tucana. Falar grosso é com ele mesmo.

Verdadeiro inferno

Tudo bem que os sul-africanos toquem suas vuvuzelas nos estádios de futebol. Mas devia ser proibido soprá-las nos engarrafamentos colossais de Johannesburgo. Já pensou se a moda pega aqui também?!

Alto risco

A Sociedade Brasileira de Cardiologia vai monitorar a incidência de enfartes em brasileiros durante a Copa do Mundo. É bom ficar atenta sempre que o Dunga botar o Josué em campo para garantir resultado.

Tá chegando a hora!

Calma! A Copa do Mundo só começa pra valer quando William Bonner perguntar no Jornal Nacional "onde você está, Fátima Bernardes?" Oficialmente, faltam duas semanas para os jogos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.