Comparsas são encontrados a 46 km da favela

Comparsas do chefe do tráfico na Rocinha foram presos a 46 km da favela em uma operação da Polícia Militar na Favela Vila Vintém, na zona oeste do Rio. A polícia avalia que, após a prisão de Nem, traficantes começaram a buscar abrigo em favelas dominadas pela mesma facção criminosa, a Amigos dos Amigos (ADA). A descoberta foi feita após a confissão de seis homens presos na Vila Vintém a policiais da 34.ª Delegacia (Bangu).

PEDRO DANTAS / RIO, O Estado de S.Paulo

12 Novembro 2011 | 03h01

Eles contaram que deixaram a Rocinha logo após a prisão de Nem, na noite de quinta-feira. Um dos presos identificados foi Jurandir Silva Santos, o Pará, ex-segurança do traficante Nem e gerente das bocas de fumo da localidade da favela conhecida como Via Ápia na parte baixa da favela. Na Vila Vintém, duas pistolas, dois fuzis e drogas foram apreendidos. Um homem morreu baleado.

Favelas dominadas por criminosos da ADA devem ter o patrulhamento intensificado nos próximos dias. Um dos alvos é o Complexo da Pedreira, em Costa Barros, no subúrbio do Rio, que é o maior conjunto de favelas sob o domínio da facção criminosa no momento. A intenção da PM é evitar que a quadrilha volte para a Rocinha, mesmo desarmada, e incite os moradores contra as tropas de ocupação.

Granadas. Na Rocinha, policiais que cercam a favela encontraram durante a madrugada uma mochila com duas granadas abandonada perto da Escola Americana. Cinco motos roubadas foram recuperadas nas ruas de acesso por policiais do Choque. Um homem alcoolizado tentou deixar a Rocinha em um carro roubado e foi preso em flagrante. Nos arredores, policiais prenderam um homem armado dentro de um ônibus na Estrada da Gávea. A pistola calibre 40 tinha a numeração raspada. Em mais um dia de cerco, os únicos tiros ouvidos foram em uma suposta tentativa de assalto na Auto Estrada Lagoa-Barra. Ninguém foi preso ou ficou ferido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.