Companhia diz que fará reuniões com os moradores

Em nota, a Companhia do Metropolitano afirma que "é necessário que se realizem trabalhos em três turnos em alguns trechos" para cumprir o cronograma. Segundo a empresa, os ruídos dessa fase das obras à noite envolvem as construções das estações sob a superfície e" estão restritas à execução de cimentação a jato". Para diminuir o impacto, serão agendadas reuniões com moradores e a orientação dos empreiteiros. Das demais empresas, apenas a Mendes Junior respondeu à reportagem, dizendo que os horários de atividade vão só das 8h às 17h.

O Estado de S.Paulo

22 Outubro 2012 | 07h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.