Como fazer para usar o plano de saúde com eficiência?

O Estado de S.Paulo

08 de maio de 2012 | 03h03

1. Contratei um plano de saúde. Quando poderei usá-lo?

Após cumprir a carência do plano, que é o período em que o consumidor não tem direito a algumas coberturas.

2. Quais são os prazos?

Os prazos máximos são: 24 horas para urgências e emergências; 300 dias para parto a termo (em gestações com mais de 37 semanas); e até 180 dias para consultas, exames, internações e cirurgias.

3. Os casos de urgência precisam de autorização prévia?

Não. A operadora de planos de saúde não pode utilizar nenhum mecanismo que impeça ou dificulte o atendimento nessas situações.

O local de atendimento credenciado também não pode exigir cheque caução ou o equivalente.

4. Meu plano de saúde é obrigado a cobrir todos os atendimentos de que eu precisar?

Não. O plano somente é obrigado a oferecer o que estiver no contrato, de acordo com a segmentação referência, ambulatorial, hospitalar, obstétrica, odontológica e suas combinações) e a cobertura para os procedimentos previstos na lista de cobertura mínima obrigatória pelos planos de saúde estipulada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Essa lista é o rol de procedimentos e eventos em saúde, e pode ser acessada em

Fonte: Portal da ANS

Tudo o que sabemos sobre:
como fazer para

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.