Como fazer para...

Como fazer para...

, O Estado de S.Paulo

07 Dezembro 2010 | 00h00

Poupar usando o 13º salário

1.

O que eu devo analisar?

O primeiro passo é fazer um diagnóstico e descobrir qual é a sua situação financeira: endividado, equilibrado (quem não tem dívidas, mas não poupa) ou investidor. Para cada uma delas, devem ser tomadas medidas diferentes na hora de poupar.

2.

Se eu estiver endividado?

Anote diariamente todos os gastos, segundo o tipo de despesa, como moradia, transporte e alimentação, monitorando o que gasta por 30 ou, no máximo, 90 dias. Depois desse período, reúna-se com a sua família e elabore um plano de ação para usar o 13.º salário a fim de se livrar das dívidas.

3.

E se as minhas finanças estiverem equilibradas?

Faça um diagnóstico financeiro para descobrir o motivo da dificuldade em poupar. Defina quais são os seus sonhos, quanto eles custam e quanto tempo tem para realizá-los. Use o valor extra do 13.º para iniciar seu plano de poupança.

4.

E se eu for um investidor?

Estabeleça objetivos para o dinheiro.

5.

Onde investir?

Para objetivos de curto prazo (até 1 ano) aplique em caderneta de poupança; de médio prazo (até 10 anos), em título do governo, CDB, fundo de investimentos; de longo prazo (acima de 10 anos), em previdência privada, títulos do governo e até em ações.

Fonte: Reinaldo Domingos, presidente do Instituto DSOP de Educação Financeira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.