Como em outras provas, Sudeste e Sul ainda lideram

Os resultados do Pisa por rede estadual refletem o mapa de qualidade que as avaliações nacionais, como a Prova Brasil, e o próprio resultado por escola do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) sempre revelam. No alto, estão os Estados do Sul e Sudeste. E na ponta debaixo, as redes do Norte e Nordeste.

O Estado de S.Paulo

30 Dezembro 2013 | 02h01

Segundo o presidente do Conselho Nacional de Educação, José Fernandes Lima, o País ainda não amadureceu o esforço para melhorar a qualidade do ensino. "Nós ainda estamos colocando as pessoas dentro da sala, temos um caminho longo", diz ele. "Nós sabemos, por exemplo, que somente metade das crianças que terminam o ensino fundamental o fazem na idade certa." De acordo com Lima, muitas das redes não realizam avaliações próprias e ignoram o Pisa.

Assim como no Ideb, que usa dados da Prova Brasil, Alagoas continua com a pior situação. Mas o Espírito Santo, que aparecia no topo dos Estados do Pisa contando todas as redes, cai para sétimo quando se leva em consideração somente a rede estadual. O Inep não informou qual a amostra de alunos em cada rede por Estado, por causa de acordo de cooperação com a OCDE. Além disso, informou que a comparação do resultado das redes por Estado nos anos anteriores seria inviável, por "erro estatístico muito grande". /P.S.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.