Comissão quer definir crimes cibernéticos

A comissão de juristas do Senado que discute o novo Código Penal aprovou ontem a inclusão de um capítulo para crimes cibernéticos. O texto é mais abrangente do que o aprovado na semana passada na Câmara, no calor do episódio das fotos da atriz Carolina Dieckmann. Atualmente, não há previsão na lei para tipificar os crimes cometidos com uso de computadores ou de redes. Os juristas decidiram considerar como crime o mero acesso não autorizado a um sistema. A pena é de 6 meses a 1 ano de prisão ou multa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.