Comerciantes em greve aguardam encontro com presidente da Ceagesp

Companhia afirma não ter recebido comunicado sobre a reunião, mas disse estar à disposição para o diálogo

Solange Spigliatti - estadão.com.br,

28 Março 2012 | 08h08

São Paulo, 28 - Os cerca de 400 comerciantes que atuam dentro da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), na Vila Leopoldina, na zona oeste de São Paulo, continuavam, às 7h45 desta quarta-feira, 28, interditando totalmente os dois sentidos da Avenida Gastão Vidigal, em frente ao entreposto, segundo a Polícia Militar.

De acordo com o presidente da Associação dos Permissionários do Entreposto de São Paulo (Apesp), Eduardo Haiek, os trabalhadores devem liberar a via em breve e retornar para o interior da Ceagesp, onde pretendem nomear uma comissão para se reunir com o presidente da Companhia, Mauro Murici.

"Vamos tentar conversar com o presidente da Ceagesp para pedir, entre outros itens, o cancelamento do edital que permite a terceirização do controle das áreas de carga e descarga da estatal", disse Haiek.

De acordo com a assessoria da Ceagesp, a presidência do órgão ainda não recebeu nenhum comunicado sobre a reunião, mas afirma estar à disposição para o diálogo.

Trânsito - Por causa do bloqueio total na Avenida Gastão Vidigal, entre as ruas Aroaba e Froben, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) montou um desvio na região.

No sentido Marginal Pinheiros, o desvio é feito pela Rua Froben, Avenida Imperatriz Leopoldina, Avenida Queiroz Filho e Avenida Gastão Vidigal.

No outro sentido, os motoristas devem acessar a Rua Aroba, Avenida Imperatriz Leopoldina, Avenida Queirós Filho e Praça Apecatu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.