Comerciante que matou assaltantes é solto em SP

Jeferson foi preso na quarta depois de matar dois assaltantes que tentaram roubar sua loja de informática na Cidade Dutra

Gheisa Lessa, estadão.com.br

22 de junho de 2012 | 14h54

São Paulo, 22 - O comerciante Jeferson Fiuza de Moraes, de 28 anos, foi solto por volta das 19h da última quinta-feira, 21, de acordo com informações do 98º Distrito Policial. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) também confirmou a soltura do comerciante, que foi detido após reagir a um assalto e matar dois suspeitos na última quarta-feira, 20.

A delegada adjunta do 98º DP, Luciara de Cássia, afirma que Jefeson foi detido na delegacia em questão, mas o alvará de liberdade foi recebido no 101º Distrito Policial, delegacia que encaminha os presos para os devidos presídios. O estadão.com.br entrou em contato com o 101º DP, mas ninguém soube informar a soltura do comerciante. A delegacia fica no Jardim das Embuias, na zona sul de São Paulo.

Jeferson foi preso na quarta depois de matar dois assaltantes que tentaram roubar sua loja de informática na Cidade Dutra, zona sul de São Paulo. O assalto aconteceu por volta das 18 horas na Rua Valter Marrany Ribeiro.

Adriano Francisco Santiago, de 25 anos, e um adolescente de 17 invadiram a loja de produtos de informática pouco antes do fechamento e anunciaram o assalto. Os ladrões fizeram reféns Moraes e sua funcionária, Franciele Santos Silva, de 19 anos. Segundo depoimento do comerciante, os ladrões faziam ameaças de morte. Jeferson disse que lembrou de uma arma que mantinha guardada em uma mochila no banheiro e decidiu reagir.

Tudo o que sabemos sobre:
violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.