Comerciante polonês é morto ao chegar em casa na zona sul

Um dos filhos da vítima assistiu a parte do crime da janela do apartamento; ninguém foi preso

Ricardo Valota e Elvis Pereira, do estadão.com.br,

22 de julho de 2008 | 02h43

O polonês Richard Albert Matalon, 45 anos, foi assassinado a tiros por volta das 21 horas de segunda-feira, 21, quando chegava em seu apartamento, no Jardim Oriental, região do Jabaquara, na zona sul da capital paulista. Corretor e dono de uma agência de veículos, Richard foi surpreendido por três ocupantes de um Gol prata no momento em que saía de seu Fiat Idea, após estacionar o carro em frente ao prédio onde mora. O crime teria sido testemunhado por um dos filhos da vítima, um rapaz de 26 anos. Ele assistiu a parte do crime da janela do apartamento. Armados de espingarda, os assassinos abordaram a vítima, que foi baleada inicialmente na cabeça. Pelo menos outros oito tiros foram disparados contra o comerciante. Ele chegou a ser encaminhado pelos bombeiros ao pronto-socorro do Hospital Municipal Arthur Ribeiro de Saboya, no Jabaquara, mas não resistiu e morreu. Uma sacola foi levada de Richard. Ainda não há pistas dos assassinos nem informações sobre o que teria motivado o crime. O caso foi registrado no 35º Distrito Policial, do Jabaquara.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.