Reprodução/TV Tem
Reprodução/TV Tem

Comerciante pede, em faixa, organização de assaltantes no interior de SP

Dono de loja em Sorocaba reclama da falta da segurança e pede que ladrões roubem 'um por vez'

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2011 | 19h52

SOROCABA - Depois de ser assaltado três vezes seguidas, o dono de uma loja na região central de Sorocaba, a 92 km de São Paulo, decidiu fazer um apelo aos marginais.

Ele mandou fazer e estendeu uma faixa na entrada do estabelecimento, com os dizeres: "Srs. Ladrões e Assaltantes. Como esta avenida está abandonada e a segurança pública é de mintirinha (sic), por favor, queiram se organizar para todos não virem ao mesmo tempo."

O apelo chama a atenção de quem passa pela avenida Afonso Vergueiro, uma das mais movimentadas da cidade, principal ligação entre as zonas leste e oeste.

O comerciante, que não se identifica por medo de represálias, diz que o recado tem endereço certo: "Parece direcionado aos ladrões, mas é para o pessoal de cima, o pessoal que comanda a segurança que, infelizmente, é precária."

Sua loja de equipamentos e acessórios para motos foi assaltada três vezes este ano, duas na semana passada, em dias seguidos. As câmeras de vigilância gravaram as ações dos bandidos, mas nenhum deles foi preso.

Prejuízo. Outros comerciantes da avenida reclamam dos assaltos. Um deles teve a loja roubada quatro vezes e contratou segurança particular. "Gasto R$ 8 mil por mês com segurança, mas é a única forma de conseguir trabalhar."

Também houve lojista que passou a manter as portas fechadas durante o dia, mas teve perda de clientela. De acordo com a Polícia Militar, foram registrados 83 furtos e 36 roubos este ano na região.

O capitão da PM Ubiratã Marques da Silva, comandante do policiamento, disse que a segurança foi reforçada com a colocação de viaturas em pontos estratégicos. Ele pediu aos comerciantes que os comerciantes registrem as ocorrências e sejam parceiros da polícia fornecendo as imagens das câmeras de segurança, para que os ladrões sejam identificados e presos.

Mais conteúdo sobre:
assaltos Sorocaba lojas polícia segurança

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.