Comerciante e pugilista presos por extorsão

O pugilista Valdomiro Pinheiro dos Santos, de 34 anos, e o comerciante Valdemar Silva Costa, de 36, foram presos segunda-feira em flagrante por extorsão em uma lanchonete de Santo Amaro, na zona sul de São Paulo. A vítima era um cineasta de 32 anos. Os dois tentavam extorqui-lo em R$ 600 mil, preço que estipularam como valor da vida de todos os parentes da vítima, segundo a polícia.

Plínio Delphino, O Estado de S.Paulo

30 Março 2011 | 00h00

Orientado por policiais, o cineasta foi à lanchonete, conforme havia combinado com os criminosos, e entregou-lhes uma valise, mas que continha jornais. O cineasta disse à polícia que no dia 25 estava no Ginásio do Ibirapuera assistindo a uma luta de boxe quando foi interpelado por Valdomiro e outro homem. Diziam que estavam cobrando uma dívida antiga.

"Tinham informações sobre as atividades da vítima e resolveram tirar proveito", disse o delegado Márcio Martins Mathias, do Deic. Valdomiro dizia ao cineasta que o "protegeria" de um assassino contratado para matá-lo. A polícia procura um cúmplice da dupla.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.