Divulgação
Divulgação

Comerciante é preso por vender falsos charutos cubanos na zona sul de SP

Material utilizado na falsificação vinha de Honduras; criminoso agia desde 1974

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

14 Março 2012 | 00h48

SÃO PAULO - O comerciante José Maria da Silva, de 55 anos, foi preso, na tarde de terça-feira, 13, por agentes do Departamento de Investigações Criminais (Deic), no Jardim da Saúde, zona sul da capital paulista, sob acusação de falsificação de charutos.

 

Os produtos, com as marcas cubanas Cohiba, Monte Cristo e outras, eram vendidos por telefone. A prisão ocorreu num dos imóveis da Rua Açungui. No local os policiais apreenderam etiquetas, caixas, selos e 1.500 charutos, a maioria hondurenha. José Maria trabalhava com charutos desde 1974.

 

Uma especialista nesse tipo de produto realizou análise do material apreendido. Segundo ela, a mercadoria é extremamente inferior, mas conta com selos e embalagens semelhantes aos originais. Silva responderá judicialmente por crime de fraude tributária.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.