Comerciante é morto a facadas por assaltantes dentro de casa

Su Dongwen foi verificar por que o alarme estava tocando e se deparou com os criminosos na sala de sua residência

O Estado de S. Paulo

09 Março 2014 | 18h41

O comerciante Su Dongwen, de 53 anos, foi morto a facadas por assaltantes dentro de seu apartamento na tarde de sábado, 8, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, por volta das 15h30 o alarme da residência de Dongwen, na Rua Doutor Miguel Vieira Ferreira, começou a tocar. Embora o alarme estivesse com defeito e disparasse sozinho muitos vezes, o comerciante decidiu verificar. Ao abrir a porta que dava para a sala, ele encontrou os assaltantes.

O comerciante então entrou em luta corporal com os criminosos e acabou sendo atingido por vários golpes de faca. Mesmo ferido, ele conseguiu descer pelo elevador à procura de ajuda, mas morreu na entrada do edifício. Os criminosos escaparam pelas escadas.

A SSP não soube informar quantos assaltantes participaram do roubo, mas duas moradoras disseram à polícia ter visto dois homens pulando o muro para dentro do edifício.

O caso foi registrado no 1° Distrito Policial de Guarulhos como roubo seguido de morte. Os filhos do comerciante foram chamados e iriam averiguar se algo de fato foi roubado. Até as 19h de domingo, 9, não havia a confirmação de que algum objeto havia sido levado.

A polícia solicitou as imagens da câmera de segurança do prédio. Ninguém havia sido preso até as 19h.

Mais conteúdo sobre:
crime Guarulhos

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.