Comerciante bate em viatura e pede para ser preso em Botucatu (SP)

Aos policiais, ele disse que o acidente era intencional, pois queria ficar preso junto com o filho

Bruno Lupion, do estadão.com.br,

05 de abril de 2011 | 04h44

SÃO PAULO - Um comerciante foi preso após bater seu carro propositadamente em uma viatura da Polícia Militar (PM) para ficar preso junto com o filho, em Botucatu, no interior paulista, na madrugada de segunda-feira, 4. Segundo os policiais, ele estava visivelmente embriagado.

A colisão ocorreu em um posto de combustíveis na Rua Major Mateus, Vila Lavradores, por volta da 1h50. A viatura estava no posto quando L.B.P. invadiu o estabelecimento e colidiu com o carro. Aos policiais, ele disse que o acidente era intencional, pois queria ficar preso junto com o filho.

O comerciante foi preso em flagrante e encaminhado ao 2º Distrito Policial de Botucatu, onde teria ofendido e agredido os policiais. Ele foi indiciado por desacato, dano qualificado e resistência e conduzido à Cadeia Pública de Botucatu, onde permanece preso à disposição da Justiça.

Tudo o que sabemos sobre:
comerciantepresobotucatuacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.