Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Começam obras para restaurar ciclovia no Parque do Ibirapuera

Prefeito Gilberto Kassab e secretário do Verde e Meio Ambiente participaram do lançamento; durante reforma, trechos serão fechados, mas outras partes ficarão abertas para acesso ao público

Júlia Baptista, Central de Notícias

08 de outubro de 2010 | 15h05

SÃO PAULO - A ciclovia do Parque Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, começou restaurada pela primeira vez desde a sua abertura, em 2004, nesta sexta-feira, 8. Segundo a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, a obra deve durar cerca de 90 dias úteis. A primeira fase dos trabalhos, já iniciada, vai cuidar do realinhamento das guias e sarjetas dos 3 mil metros de pista.

 

A revitalização da ciclovia vai ter cinco fases: drenagem e reestruturação da geometria e dos níveis do trajeto; drenagem de alguns pontos da via; readequação das guias e sarjetas; retirada do asfalto atual e recapeamento da via; pintura e sinalização horizontal da faixa.

 

De acordo com a pasta, a cada 500 metros de ciclovia serão implantadas placas informando aos ciclistas a quilometragem percorrida. Também serão fixados totens ao longo do trajeto com informações de alongamento para prática de exercícios físicos e dicas de segurança para o convívio saudável dos ciclistas no espaço.

 

O parque ganhará ainda três Bike Fresh, equipamento que disponibiliza ao ciclista serviço de ar pressurizado e estacionamento para bicicletas, além de jatos d'água refrescantes. Durante a reforma, a ciclovia será interditada por trechos, deixando outra parte aberta para o uso do público.

 

 

A ação é resultado de um Termo da Cooperação firmado entre a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente e a Volkswagen do Brasil, com apoio da Farah Service. Ao lado do secretário de Verde e Meio Ambiente, Eduardo Jorge, e do vice-presidente de recursos humanos da Volkswagen do Brasil, Josef-Fidelis Senn, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) também anunciou que as vias que margeiam a ciclofaixa serão recuperadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.