Começa júri de acusados de matar psicóloga

Começou ontem em São Paulo o julgamento de três acusados de envolvimento no assassinato da psicóloga Renata Novaes Pinto, aos 44 anos, na Vila Madalena, em 2008. A investigação policial apontou que o crime foi encomendado pelo marido de uma paciente que decidiu se separar durante as sessões com a psicóloga. José Neudes teria contratado João Nilton da Silva e Claudemir Rossi para matá-la.

O Estado de S.Paulo

25 Outubro 2011 | 03h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.