Começa evento da cozinha brasileira

De hoje até domingo, serão 70 atividades

O Estado de S.Paulo

03 Maio 2013 | 02h02

Na noite de ontem, centenas de convidados foram ao Hotel Grand Hyatt São Paulo para o coquetel de abertura da 7.ª edição do Paladar - Cozinha do Brasil, evento que discute e celebra a gastronomia do País, trazendo convidados de diversos Estados e diferentes áreas de conhecimento.

O 7.º Paladar - Cozinha do Brasil começa hoje e segue até domingo com uma programação intensa de aulas, palestras e degustações com chefs, enólogos, especialistas em café, cerveja, cachaça, escritores, produtores, pesquisadores e gourmets de todo o País.

Neste ano, o evento tem número recorde de atividades: 70, incluindo visitas externas, como à cozinha de Alex Atala ou a hortas comunitárias. As atividades serão comandadas pelos mais de 80 profissionais reunidos para abordar a gastronomia nacional como eles mais gostam: cozinhando, debatendo, comendo e bebendo.

Os profissionais vão mostrar suas criações, explorar ingredientes regionais, trocar experiências e conhecimentos técnicos - com entendidos e com iniciantes.

Aula. Alex Atala - cujo restaurante D.O.M. ficou em 6.º lugar no ranking dos melhores do mundo pela revista inglesa Restaurant - abre o evento hoje com uma aula (Brasil: Bola da Vez) e fecha com outra no domingo à noite (Brasil: Nação Gastronômica), que terá a participação dos ambientalistas Beto Ricardo e Roberto Smeraldi.

Nos encontros entre chefs e seus convidados, Helena Rizzo, do Maní, que estreou no ranking dos melhores restaurantes, na 46.ª posição, recebe o agricultor José Ferreira, especializado em agrofloresta, para discutir como conservar a natureza na cozinha, enquanto ela prepara um mil-folhas de lírio do brejo.

Já a chef Carla Pernambuco, do Carlota e do Las Chicas, vai dividir o fogão com a baiana Leila Carreiro, do Dona Mariquita, de Salvador, para fazer uma ceia para os santos.

Entre os estrangeiros que participam do evento estão o dinamarquês Mark Emil Tholstrup Hermansen, criador do Nordic Food Lab, o laboratório de investigação de ingredientes do restaurante Noma, em Copenhague, e o inglês Ben Mackinnon, da padaria londrina E5 Bakehouse, que vai contar como mudou o jeito que se come pão na cidade.

Veja a programação completa no site paladarcozinhadobrasil.com.br.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.