Comando sugere tomar cuidado com celular no evento

Não basta apenas ir à Parada Gay. É preciso tirar fotos e postar no Facebook. Os exibidos das redes sociais, contudo, devem se controlar. Os furtos de celulares nos últimos eventos paulistanos, como a Virada Cultural e o Festival Lollapalooza, mostraram que é arriscado dar bandeira com os aparelhos. Ontem, a Polícia Militar deu dicas para os frequentadores da Parada Gay diminuírem os riscos no evento.

O Estado de S.Paulo

29 Maio 2013 | 02h08

No domingo, as pessoas devem "evitar falar ao celular enquanto caminham". "Se necessário, pare, fique de costas para uma parede ou entre num estabelecimento." Outra sugestão: "Não identifique contatos de agenda com grau de parentesco, ou seja, não registre pai, mãe, avó, tio, tia, X ou Y, pois pode facilitar trotes de falso sequestro". O dono do celular deve ainda ter anotado em local seguro o número da Identidade Internacional do Equipamento Móvel - código específico do aparelho. / B.P.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.