Comandante e corregedor da Guarda Civil sofrem atentado no interior de SP

Criminosos em uma moto atiraram contra carro em Várzea Paulista (SP)

Ricardo Brandt, O Estado de S. Paulo

18 Fevereiro 2014 | 16h38

CAMPINAS - O comandante da Guarda Municipal de Várzea Paulista, no interior de São Paulo, Laércio Bifani, de 50 anos, e o corregedor, Pedro Eli da Cunha, de 51 anos, foram alvo de um suposto atentado na tarde desta segunda-feira, 17.

A Polícia Civil investiga quem foram os dois criminosos que atacaram, por volta das 14 horas, o carro de Bifani e Cunha. O rapaz que estava na traseira da moto atirou pelo menos quatro vezes contra o carro. Ninguém se feriu.

O comando da GM atribuiu o suposto atentado a grupos criminosos. Em 2012, policiais militares da Ronda Ostensiva Tobias Aguiar (Rota), de São Paulo, mataram nove acusados de pertencerem ao PCC durante um "tribunal do crime", realizado em uma chácara na cidade.

Mais conteúdo sobre:
Guarda Civil Várzea Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.