Comandante dos bombeiros teme mais deslizamentos

O comandante do Estado-Maior e Corpo de Bombeiros do Rio, José Pedro Miranda, diz que ainda existe o risco de novos deslizamentos na região serrana do Estado do Rio. "O solo está muito encharcado, choveu muito na região. Há risco de novos deslizamentos, estamos fazendo o monitoramento das áreas de risco", explicou.

, O Estado de S.Paulo

14 Janeiro 2011 | 00h00

Ele disse que ainda é difícil estimar o número total de mortos na tragédia na região serrana. As operações de buscas das pessoas ilhadas e de possíveis sobreviventes continuam, adiantou.

"As informações sobre corpos encontrados não param de chegar. O comunicado oficial sobre uma morte só ocorre após a notificação oficial da entrada do corpo em óbito no Instituto Médico-Legal", afirmou o comandante.

Questionado se acredita que ainda haja sobreviventes sob os escombros das casas destruídas, Miranda disse que não perdeu as esperanças.

"A esperança é sempre a última que morre. O tempo é curto, precisamos correr contra ele. Apesar dos obstáculos, acho possível localizar vítimas com vida. Por isso o trabalho precisa ser rápido."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.