Comandante da PM de SP toma posse e promete inovações na corporação

Roberval Ferreira França falou sobre uma estrutura organizacional com maior qualidade e oferta de serviços na segurança pública

William Cardoso, O Estado de S. Paulo

24 Abril 2012 | 21h52

SÃO PAULO - O novo comandante geral da Polícia Militar no Estado de São Paulo, Roberval Ferreira França, de 49 anos, tomou posse nesta terça-feira, 24, prometendo inovações na corporação, que conta atualmente com 96 mil integrantes.

Durante o seu discurso à tropa na Academia do Barro Branco, na zona norte da capital, o coronel prometeu uma nova estrutura organizacional, maior qualidade e oferta de serviços na segurança pública, valorização do policial e adoção de instrumentos eficazes de depuração interna.

Durante a cerimônia, foi notada a ausência do antecessor de Roberval. O novo comandante assume o cargo no lugar de Alvaro Batista Camilo, que chegou ao posto em 15 de abril de 2009, no governo de José Serra, e pediu exoneração em 2 de abril. Camilo tinha até 21 de maio para deixar o comando, quando completaria cinco como coronel, devendo, pelo regulamento da corporação, se aposentar. A mudança ocorreu em comum acordo com a cúpula da Segurança Pública no Estado, para acelerar as mudanças na corporação.

Roberval era comandante da PM no ABC Paulista. Ele não respondeu à perguntas da imprensa. No discurso, pediu que os PMs não se limitem a fazer polícia. "Façam história."

O governador Geraldo Alckmin esteve presente e elogiou o comandante atual e também o anterior. "Ele vai trazer inovação, um trabalho importante para uma instituição que é um orgulho para São Paulo."

Mais conteúdo sobre:
PM Roberval Ferreira França

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.