Com restrição, caminhões lotam acostamento

Sem poder entrar em São Paulo nos horários de restrição de caminhões nas Marginais do Tietê e do Pinheiros, caminhoneiros transformaram os acostamentos das rodovias que chegam à capital em pontos perigosos de parada. As filas, que chegam a ter mais de 20 caminhões, prejudicam os motoristas que usam esses pontos em caso de emergência, atrapalham a entrada em outras vias e aumentam o perigo de colisões. A reportagem flagrou filas na Dutra, Anhanguera, Bandeirantes e Castelo Branco.

O Estado de S.Paulo

02 de maio de 2012 | 03h02

O 4.º Batalhão de Policiamento Rodoviário, responsável pela Anhanguera e Bandeirantes, informou que desde o início da restrição, em 5 de março, foram registradas 105 multas por estacionamento em acostamento. Em fevereiro, foram 12.

O tenente João Sadalla, comandante do 1.º Pelotão do 5.º Batalhão de Policiamento Rodoviário (Castelo Branco), afirma que em março foram 190 autuações na rodovia. Ele conta que nos primeiros dias da restrição os policiais adotaram uma postura educativa. "Nós orientamos porque eles não têm culpa. Mas tudo tem um limite." / CRISTIANE BOMFIM

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.