Com o passar dos anos, fantasia de baiana ficou 13 kg mais pesada

Em 24 anos desfilando na ala das baianas da Vai-Vai, a cozinheira Joana Aparecida Barros, de 55, diz que a alegoria foi ficando mais pesada. "A fantasia era só a saia, a bata de renda levinha e a sapatilha." Pelos cálculos de Joana, pesava 2 quilos. Hoje, diz ela, são pelo menos 15. "A gente ia para a avenida brincar carnaval. Agora, não dá para colocar uma roupa e ir. A escola perde ponto." Segundo Wilma Abreu, de 64 anos, há 30 costureira da Rosas de Ouro, o traje ganhou peso com adereços como o costeiro e pedrarias. "O bambolê não é mais de plástico, mas de ferro. A gente fica três meses para terminar uma baiana dessas", diz.

, O Estado de S.Paulo

28 Fevereiro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.