Ivan Dias/AE
Ivan Dias/AE

Com marcas menores, esmalte vira febre fashion

Já há 40 empresas nacionais produzindo cores e acabamentos cada vez mais surpreendentes

Valéria França, O Estado de S.Paulo

05 Fevereiro 2011 | 00h00

O esmalte ganhou status no mundo da moda. Pela primeira vez nos 15 anos da São Paulo Fashion Week, uma marca tradicional do mercado, a Impala, patrocinou o evento. Outras empresas de cosméticos fizeram parcerias com grifes e desenvolveram produtos sintonizados com as tendências da coleção outono-inverno.

É o caso da Dote, que no desfile da Neon lançou seis novas cores, batizadas com nomes de personalidades do mundo da moda. A roxa, por exemplo, foi uma homenagem à jornalista Danuza Leão e a preta, à professora de etiqueta Christine Youfon.

Os vidros de esmaltes ganharam também vitrines de perfumarias, como a Bibelot, nos Jardins. Reflexo da quantidade crescente de marcas no mercado - já há cerca de 40. Muitas têm sede em outros Estado e, apesar de serem de pequeno porte e ainda pouco conhecidas, têm feito sucesso por investir em lançamentos ousados. Entre elas, a Ludurama, do Pará, a Fina Flor, de Minas, e a Hite, de São Paulo.

Uma pesquisa feita pela Impala com consumidoras jovens mostra que a maioria prefere cores diferentes, como azul e amarelo (veja quadro ao lado).

Dona de uma coleção de 560 esmaltes, a blogueira e bióloga Camila Zatz, de 26 anos, é uma dessas consumidoras que fizeram com que esse filão da indústria de cosméticos explodisse. "Antes não tinha tanta cor. O costume era misturar tons diferentes ou adicionar tinta de caneta hidrocor. Agora, ficou bem mais fácil." E qual é a tendência de inverno para as mãos? " As cores pastéis, mais frias."

Para Bia Lombardi, blogueira do Mão Feita, "foram as marcas menores que inovaram". "Agora a sensação são os acabamentos especiais." Entre eles, a maior novidade é o craquelado, um líquido preto que vai em cima da unha pintada. Depois de um tempinho, ele começa a rachar e o esmalte de baixo surge entre as trincas. Já o folheado dá um tom de dourado à cor.

Alguns esmaltes ainda vêm com efeitos especiais. O holográfico ou 3D é metalizado. Parece ter várias purpurinas pequenas, menores que as do de glitter, cujas partículas brilhantes ficam mais espaçadas. Há ainda o duocromático, que varia de cor com a luz.

Do que as jovens gostam?

29%

das mulheres jovens ouvidas na pesquisa esmaltam as unhas duas vezes por semana

40%

delas combinam a cor do esmalte à das roupas

25%

preferem cores mais "modernas", como azul, verde ou amarelo

52%

das mulheres apontam o humor como fator determinante na hora de escolher a cor

82%

delas dizem não se importar com a opinião masculina na hora de escolher o tom do esmalte

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.