Com greve do Metrô, CPTM transporta 10% mais passageiros

CPTM libera integração com o Metrô na Estação da Luz até às 16 horas desta sexta-feira

Paulo R. Zulino, do estadao.com.br,

03 de agosto de 2007 | 13h45

Os trens da CPTM transportaram 10% a mais de usuários com a greve do Metrô na quinta-feira, 2. De acordo com a CPTM, foram 952 mil passageiros pagantes contra a média diária de 865 mil. Durante a operação de quinta, a CPTM realizou 1.827 viagens, 104 a mais do que a média programada para os dias úteis, que é de 1.723.   Luz tem mais um dia tenso por conta da greve Portella só negocia quando Metrô voltar São Paulo enfrenta segundo dia de caos Veja o mapa e as linhas com trens parados  Como fica o transporte nesta sexta-feira   Às 9h30 desta sexta-feira, 3, a integração com o Metrô na Estação da Luz foi liberada, mas, por medida de segurança, será novamente suspensa às 16 horas. As demais integrações nas estações Brás, Barra Funda e Santo Amaro permanecem fechadas, pois as linhas 3 e 5 do Metrô estão paradas.   Por conta da greve dos metroviários, a CPTM estendeu os horários de pico até às 9h30. Caso a greve persista, o horário de pico da tarde também poderá ser estendido das 16 às 21h30.   Nesta sexta, o Metrô funciona parcialmente, como aconteceu na quinta, primeiro dia de greve. A Linha 1-Azul começou a funcionar às 6 horas e opera com intervalos de 3 em 3 minutos. Já a Linha 2-Verde, funciona apenas entre as estações Ana Rosa e Clínicas, com intervalos de 5 em 5 minutos. As linhas 3-Vermelha e 5-Lilás, não operam durante a greve.

Tudo o que sabemos sobre:
greve do Metrô

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.