Com chuva fraca, regiões de SP saem do estado de atenção

Zonas Sul, Sudeste e Leste da capital, além da marginal Pinheiros, já não apresentam problemas

estadao.com.br,

30 de dezembro de 2009 | 18h38

A chuva que atingiu a capital paulista na tarde desta quarta-feira, 30, diminuiu e, às 17h40 as zonas Sul, Sudeste e Leste de São Paulo, além da marginal Pinheiros, foram retiradas do estado de atenção. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura, restam apenas nebulosidade e chuva fraca em boa parte das áreas atingidas.

 

Na Grande São Paulo, ainda chove fraco entre os municípios de Cotia, Carapicuíba, Osasco, Embu, Taboão da Serra e região.

 

Segundo o CGE, os maiores índices pluviométricos registrados na Grande São Paulo foram:

Morro do S (São Paulo) - 28,4mm

Riacho Grande (ABC) - 24,1mm

Prosperidade/São Caetano - 21,2mm

Ribeirão dos Couros (Mercedes Paulicéia) - 20,4mm

Ribeirão Capela (Imigrantes) - 17,6mm

Córrego Cachoeira (Pq. Pinheiros) - 17,4mm

Ribeirão dos Couros (Vila Rosa) - 14,6mm

Córrego Poá (Taboão da Serra) - 14,2mm

Córrego Oratório - 14,0mm

Rudge Ramos - 13,3mm

Pirajussara (Extra Taboão) - 11,0mm

Pirajussara (Campo Limpo) - 9,0mm

Tudo o que sabemos sobre:
chuvaSão PauloCGEenchentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.