Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Com chuva e semáforos quebrados, SP tem recorde de trânsito na manhã

Às 9 horas, a CET registrou o maior congestionamento do ano para o horário: 151 km, 41 km acima da média

Laura Maia, O Estado de S. Paulo

23 de setembro de 2013 | 11h59

SÃO PAULO - Um dia após o Dia Mundial Sem Carro e com chuva, a cidade de São Paulo bateu nesta segunda-feira, 23, o recorde de congestionamento para o período da manhã neste ano. Desde 7 horas, o porcentual de lentidão nas vias monitoradas pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) estava acima da média. Às 9h, 151 quilômetros de lentidão foram registrados, 41 quilômetros acima da média superior do horário. O pico anterior tinha sido registrado no dia 26 de junho, quando a capital teve 149 quilômetros de trânsito pela manhã.

Na Marginal do Tietê, o congestionamento chegou a 10 quilômetros de lentidão da Ponte da Casa Verde até a Rodovia Castelo Branco. A Marginal do Pinheiros teve 9,3 quilômetros de filas, no sentido Interlagos, entre a ponte Cidade Jardim e a Rodovia Castelo Branco.

Por causa da chuva, houve quatro pontos de alagamento. Além de um ponto na Marginal do Tietê, motoristas passaram com dificuldade pela Avenida Santos Dumont, no centro, pela Rua Guapeva, na Mooca, e pela Avenida Professor Noé Azevedo, na Vila Mariana. Segundo a CET, no momento, já não há mais pontos de alagamento.

Às 10h, 97 semáforos apresentavam problemas – 50 deles estavam completamente apagados e 47, em amarelo intermitente.

Tudo o que sabemos sobre:
ChuvaTrânsitoCET

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.