Com chuva e acidentes, capital tem trânsito acima da média

Corredor Norte-Sul, Marginal do Pinheiros e Av. Washington Luís são os piores pontos de lentidão

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

24 de setembro de 2008 | 08h33

A chuva, o excesso de veículos e alguns acidentes deixavam o trânsito acima da média na manhã desta quarta-feira, 24, na capital paulista. Às 8h50, a cidade tinha 105 km de congestionamento, segundo informações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). O Corredor Norte-Sul, as marginais do Pinheiros e do Tietê e a Avenida Washington Luís eram os piores pontos de lentidão no horário.   Veja também: Confira os pontos de lentidão no site da CET Acompanhe a situação do trânsito rua-a-rua Dossiê Estado: os números do trânsito na capital  Contra o trânsito, 54% aprova rodízio de dois dias em SP     Na Avenida 23 de Maio, sentido Santana, perto do Viaduto Pedroso, uma colisão entre dois carros e uma moto deixou pelo menos um ferido e bloqueava a faixa esquerda da via, prejudicando o trânsito no local. Um outro acidente envolvendo um ônibus e uma moto fez uma vítima e causava lentidão na Rua Melo Freire, sentido centro, próximo à Rua Fernandes Pinheiro. Os veículos ocupavam duas faixas da direita da via.   Piores trechos congestionados   - Marginal do Pinheiros - são mais de 5,5 km de lentidão no sentido Interlagos, da saída da Rodovia Castelo Branco até a Ponte Cidade Universitária;   - Avenida Washington Luís - o motorista enfrenta mais de 5 km de congestionamento no sentido centro, entre os viadutos Pedro Chaves até o João Julião da Costa Aguiar;   - Marginal do Tietê - são 4,2 km de lentidão no sentido Castelo Branco, da Ponte Arincanduva até o Viaduto Jânio Quadros;   - Corredor Norte-Sul - o corredor formado pelas avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães tem mais de 4 km de congestionamento no sentido Santana, do Viaduto João Julião da Costa Aguiar até o Viaduto Euclides Figueiredo.   Texto alterado às 8h50 para acréscimo de informações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.