Hélvio Romero/AE - 25/8/2010
Hélvio Romero/AE - 25/8/2010

Com baixa umidade do ar, SP entra em estado de atenção

Tempo seco favorece a ocorrência de queimadas e dificulta a dispersão de poluentes

Fabiana Marchezi, do estadão.com.br,

13 Setembro 2010 | 11h57

SÃO PAULO - A Defesa Civil de São Paulo decretou estado de atenção para toda a capital em razão da baixa umidade relativa do ar. Por volta das 11h45, a umidade estava em torno de 28% e a temperatura era de 27ºC, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura.

 

De acordo com o CGE, a segunda-feira, 13, começou com sol e temperaturas em elevação na Grande São Paulo. Durante a madrugada, os termômetros oscilaram em torno dos 16ºC. Nesta tarde, as máximas devem chegar aos 32ºC e a umidade relativa do ar deve cair ainda mais, atingindo novamente valores abaixo dos 20%. Alerta-se ainda que as condições atmosféricas favorecem a ocorrência de queimadas e dificultam a dispersão de poluentes, o que prejudica a qualidade do ar na capital paulista.

 

A terça-feira, 14, deve seguir com predomínio de sol, calor e baixos índices de umidade relativa do ar. Os termômetros devem oscilar entre mínimas de 17ºC e máximas de 32ºC. Na quarta-feira, 15, uma frente fria de fraca atividade se desloca pelo oceano, porém causa mais nebulosidade do que chuva na Grande São Paulo. Mesmo assim, esse sistema serve para aumentar os índices de umidade e melhorar a qualidade do ar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.