Com 31,5ºC, São Paulo tem o dia mais quente do inverno

Baixa umidade do ar colocou a cidade em estado de atenção e tempo só deve mudar na tarde de quinta

02 de setembro de 2009 | 17h19

Na Avenida Paulista, termômestros marcaram 30ºC no meio da tarde. Foto: Valéria Gonçalvez/AE

 

Esta quarta-feira, 2, foi o dia mais quente do inverno na capital paulista. Os termômetros marcaram 31,5ºC no Mirante de Santana, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Na terça, o dia também foi marcado pelo sol e tempo seco, e a temperatura chegou aos 29,8ºC. Devido às altas temperaturas, a umidade relativa entrou em declínio na cidade, que entrou em estado de atenção.

 

Veja também:

linkRio e São Paulo registram a maior temperatura do inverno

linkA previsão do tempo na sua cidade

No início da tarde, os aeroportos de Congonhas e Campo de Marte, que atingiram máximas entre 30ºC e 31ºC, registraram índices de umidade considerados estado de atenção pelo Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri) da Unicamp. Nos dois aeroportos, o índice de umidade chegou a 23,6% e 25,3%, respectivamente, abaixo dos 30% recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura, uma nova frente fria se aproximará de São Paulo na quinta e deve causar pancadas de chuva rápidas e isoladas. Na sexta-feira, a frente fria deixa as temperaturas mais baixas, e provoca pancadas de chuva na região metropolitana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.