Com 29 pontos de alagamento, SP registra 167 km de lentidão

Motorista deve evitar a Marginal do Pinheiros, que tem pelo menos cinco pontos de alagamento após temporal

Da Redação,

26 Janeiro 2009 | 18h35

O trânsito está muito ruim na capital paulista no começo da noite desta segunda-feira, 26. A forte chuva que atingiu a capital no meio da tarde causou pelo menos 43 pontos de alagamento e contribuiu para os 167 km de congestionamento registrados às 17h15. No horário, o pior ponto de lentidão estava no sentido Castelo Branco da Marginal do Tietê, que tinha 12 km de lentidão. A situação na marginal ficou pior devido a um engavetamento entre três caminhões, um carro e um ônibus. O acidente deixou um morto e uma pessoa gravemente ferida.   Veja também:  Raios afetam circulação em duas linhas da CPTM Especial: como o trânsito parou SP e números da frota Especial: dossiê Estado: os números do trânsito em SP    Acompanhe a situação do trânsito rua-a-rua       Dos 43 pontos de lentidão, oito eram intransitáveis, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). Às 19h20, 29 pontos de alagamento continuavam ativos. As zonas oeste, sul, sudeste, o centro e a Marginal do Pinheiros ficaram em estado de atenção até às 19h05. O Aeroporto de Congonhas chegou a ser fechado, mas reabriu às 18h42 e passou a operar por instrumentos.   Os pousos e decolagens haviam sido suspensos às 17h40, em razão do mau tempo. Até as 19 horas, 40 voos atrasaram mais de 30 minutos, o que equivale a 19,2% dos 208 voos. Outros 21 voos acabaram cancelados (10,1%). O Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, opera sem restrições e, até às 19 horas, acumulou 17 atrasos (9%) e 10 cancelamentos (5,3%) em 189 voos. Os dados são da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero).   Apesar da forte chuva desta tarde, a previsão é que a cidade tenha pancadas de chuva mais fortes e intensas na quinta e na sexta-feira.   Confira os pontos de alagamento na cidade    Marginal do Pinheiros: - na altura da Ponte Cidade Jardim, pista local no sentido Interlagos; - na altura da Ponte Cidade Jardim, pista local no sentido Castelo Branco; - na altura da Ponte do Morumbi, pista local no sentido Interlagos; - na altura da Ponte Engenheiro Ary Torres (entrada da Av. dos Bandeirantes), sentido Castelo Branco; - na altura da Rua Flórida, sentido Castelo Branco;    Avenida Ibirapuera, na altura da Avenida Indianápolis;    Avenida Indianápolis, no cruzamento com a Avenida Ibirapuera;    Avenida Ibirapuera, na altura da Avenida dos Jamaris e Alameda Jandira;    Avenida Nove de Julho, no cruzamento com a Avenida Cidade Jardim;    Avenida Nove de Julho, próximo da Avenida Brasil;    Avenida Pedro Álvares Cabral, na altura do Obelisco;    Viaduto República da Armênia, no início do viaduto;    Avenida 23 de Maio, na altura do Viaduto Gen. Euclides Figueiredo;    Praça Juca Mulato, na altura da Av. Prof. Ascendino Reis;    Avenida Presidente Tancredo Neves, na altura da Rua do Lago, nos dois sentidos;    Praça Jorge Lima, sentido bairro, na altura da Avenida Francisco Morato;    Rua dos Patriotas, na altura da Avenida do Estado;    Avenida Ricardo Jafet, na altura da Praça do Monumento, sentido capital;    Avenida Teresa Cristina, na altura da Rua Tabor;    Avenida Maria Coelho Aguiar, na altura do Viaduto Frederico Eduardo Mayr;    Rua Funchal, na altura da Av. Dr. Cardoso de Melo;    Avenida Ruben Berta, na altura do Viaduto Onze de Julho, no sentido Santana.   Texto ampliado às 19h19 para acréscimo de informações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.