Com 11 meses de atraso, governo limpará piscinões

Às vésperas da temporada de chuvas e com 11 meses de atraso, o governo do Estado vai iniciar o trabalho de limpeza, desassoreamento e manutenção de 25 piscinões da Grande São Paulo. Assinado ontem, o contrato prevê R$ 29 milhões em investimentos nos municípios de Osasco, Embu das Artes, Taboão da Serra, Mauá, Santo André, Diadema, São Bernardo e São Caetano.

O Estado de S.Paulo

14 Dezembro 2011 | 03h05

O serviço, que deve durar um ano, foi prometido pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) em 11 de janeiro deste ano, um dia após a capital parar em função de uma série de alagamentos. Serão retirados 245 mil metros cúbicos de sedimentos e lixo que se acumularam no fundo dos piscinões. Para o governo, a burocracia do processo de licitação e contestações judiciais explicam o atraso. / ADRIANA FERRAZ

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.