Divulgação/Polícia Militar Rodoviária
Divulgação/Polícia Militar Rodoviária

Colisão de frente entre caminhões provoca explosão e uma morte no interior de SP

Um dos veículos transportava 20 mil litros de combustíveis; incêndio foi controlado quatro horas depois do acidente

Bibiana Borba, O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2017 | 06h29

SÃO PAULO - Um caminhoneiro que transportava soja morreu carbonizado após ter o veículo atingido de frente por outro caminhão, carregado de combustíveis, na Rodovia Brigadeiro Eduardo Gomes (SP-457), no interior de São Paulo, na tarde desta quinta-feira, 19. O outro motorista sofreu somente ferimentos leves. Conforme a Polícia Militar Rodoviária, a colisão ocorreu na altura do município de Bastos, no quilômetro 91 da rodovia.

+++ Homem é preso por ameaçar atear fogo em outra creche em Janaúba

O condutor do caminhão-tanque, com 20 mil litros de gasolina e óleo diesel, teria invadido a pista contrária ao perder o controle da direção, por volta das 15 horas. A batida provocou uma grande explosão e incêndio nos dois veículos. Ele conseguiu sair a tempo da cabine, mas o motorista do caminhão de soja ficou preso nas ferragens e morreu no local.

+++ Famílias pobres só terão Leve Leite em 2018 em São Paulo

A vítima tinha 37 anos e vinha de Restinga Seca, no Rio Grande do Sul. Já o caminhão-tanque tinha placas de Adamantina, em São Paulo. Os nomes dos motoristas não foram divulgados.

+++ Marginais dos rios Tietê e Pinheiros têm 20 mortes e menos acidentes

Os bombeiros trabalharam até em torno das 19 horas para combater as chamas, com a rodovia interditada. O trânsito foi liberado durante a noite, mas os caminhões permaneciam no acostamento na manhã desta sexta-feira, 20. A Polícia Militar Rodoviária diz que a remoção deve ocorrer ao longo do dia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.