Filipe Araújo/AE
Filipe Araújo/AE

Cobrador baleado em sequestro não tem previsão de alta

Ele foi atingido na região do tórax, mas bala não atingiu seu pulmão; ladrões bateram no carro de uma grávida

Elvis Pereira, Central de Notícias,

25 Maio 2009 | 14h22

O cobrador baleado durante o sequestro a um micro-ônibus em Santo Amaro na manhã desta segunda-feira, 25, não tem previsão de alta. Leandro Guimarães Andrade, de 18 anos, está internado na Santa Casa de Misericórdia de Santo Amaro, e seu estado de saúde é considerado estável. A bala, supostamente disparada por um dos criminosos, entrou no braço esquerdo do jovem e alojou-se no tórax, na região da musculatura. O projétil não atingiu os pulmões. Segundo o hospital, o paciente está consciente e conversa normalmente.

 

Veja também:

link Sequestro começou após roubo a uma casa

link Dupla se entrega e liberta cinco reféns 

 

O jovem foi baleado quando dois criminosos invadiram o micro-ônibus na Ruas Cerqueira Cesar, em Santo Amaro. Oito pessoas foram feitas reféns dentro do coletivo, pertencente à linha 6047, que liga Santo Amaro ao Jardim Lídia. A dupla exigiu a presença de um advogado e dois coletes à prova de balas. Às 9h45, eles se entregaram e os reféns foram libertados. Presos, eles foram levados ao 11º DP.

 

 

Além de assaltarem uma residência, os três ladrões também colidiram com um veículo, onde estava uma mulher em trabalho de parto. Segundo a Polícia Militar, durante a perseguição, os suspeitos bateram em um Chevette próximo ao local do sequestro.

 

De acordo com a PM, dentro do carro estava uma mulher que se dirigia para o Hospital Alvorada, para dar à luz. A assessoria do hospital ainda não tinha informações sobre o estado de saúde da mulher.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.