ALEX SILVA/ESTADAO
ALEX SILVA/ESTADAO

Cobertura de hangar desaba no Aeroporto de Congonhas

De acordo com o Corpo de Bombeiros, não há feridos; aeroporto registrou rajadas de ventos de 85km/h

O Estado de S. Paulo

08 Janeiro 2015 | 19h52

SÃO PAULO - O teto de um hangar desabou na noite desta quinta-feira, 8, sobre um avião no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ninguém se feriu.

O Aeroporto de Congonhas registrou, às 18h35, rajadas de vento com velocidade de 85km/h. Segundo informações da Infraero, a chuva e o vento causaram a ruptura e a consequente queda da estrutura do teto do hangar da empresa Target. O desabamento causou apenas danos em aeronaves da empresa. Apesar do incidente, a operação do aeroporto transcorre normalmente. 

Chuvas. A forte chuva que atingiu a capital paulista na noite desta quinta-feira, 8, deixou vários pontos de alagamento pela cidade e fechou um terminal de ônibus. Duas regiões registraram queda de granizo. 

Por volta das 19h30, a capital tinha 24 pontos de alagamentos - 12 deles intransitáveis. O Terminal Bandeira, na região central, precisou ficar fechado por mais de meia hora por causa da água acumulada. Segundo a São Paulo Transporte (SPTrans), a entrada e saída de ônibus ficou comprometida entre as 18h45 e as 19h19. Por precaução, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) precisou fechar o Túnel do Anhangabaú, também no centro, no sentido aeroporto. 

Mais conteúdo sobre:
chuvas Aeroporto de Congonhas São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.