Clube diz que instrutor é culpado por queda

O Clube São Conrado de Voo Livre anunciou ontem que descredenciou por tempo indeterminado o instrutor Allan Figueiredo. Ele acompanhava a turista baiana Priscila Boliveira, de 27 anos, quando ela caiu de uma altura de 30 metros, na praia de São Conrado, zona sul do Rio, no domingo. A comissão técnica do clube analisou as imagens feitas antes do acidente e considerou Figueiredo responsável. Priscila havia tentado um salto e desistiu. Na segunda tentativa, o instrutor não teria verificado as travas do parapente.

O Estado de S.Paulo

28 Março 2012 | 03h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.