Clima fica tenso entre policiais civis em greve e Exército no centro de Fortaleza

Policiais civis em greve desde terça-feira e militares do Exército protagonizaram um princípio de confronto, na madrugada de ontem, na praça na frente da Delegacia-geral, em Fortaleza. Segundo o Exército, os grevistas acampados acharam que o reforço da tropa tinha como missão retirá-los da praça. Mas o objetivo, segundo o coronel Medeiros Filho, era apenas garantir a segurança dos presos e resguardar o prédio.

O Estado de S.Paulo

07 de janeiro de 2012 | 03h03

Segundo o sindicato dos policiais civis do Ceará, os grevistas foram "surpreendidos" por militares armados em um caminhão. De acordo com a entidade, os policiais fizeram uma barreira humana e impediram que o veículo invadisse a praça.

O Exército e a Força Nacional iniciaram ontem a transferência de 250 presos das delegacias de Fortaleza para quatro penitenciárias. Doze escrivães federais começaram a atuar em delegacias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.