Ronaldo Silva/ Futura Press
Ronaldo Silva/ Futura Press

Circulação de ônibus é normalizada no Jardim Conceição, em Osasco

Transporte foi afetado na manhã desta quarta; um coletivo foi queimado por moradores na noite de terça, em protesto contra chacina que deixou 4 mortos

Renata Okumura, O Estado de S.Paulo

12 Abril 2017 | 11h37

SÃO PAULO - Pelo menos 12 linhas não circularam pelo bairro Jardim Conceição, em Osasco, na região metropolitana de São Paulo, na manhã desta quarta-feira, 12. A suspensão do serviço ocorreu porque um ônibus foi incendiado na noite de terça-feira, 11, em protesto de moradores contra uma chacina que aconteceu na madrugada de terça e deixou quatro mortos.

Segundo a Companhia Municipal de Transporte de Osasco (CMTO), a circulação foi normalizada às 10 horas. Entre 5 horas e 10 horas, as linhas 02, 42, 61, 62, 13-1, 13-2, 08, 14, 15, 29, 030 e 010 não operaram no bairro Jardim Conceição.

Em nota, a CMTO esclareceu que houve uma paralisação por algumas horas, por parte das empresas que operam as linhas de ônibus na região. Caso ocorra alguma interrupção, as concessionárias serão multadas pelo não cumprimento do contrato.

Ônibus queimado. A Polícia Militar (PM) informou que um ônibus foi queimado na Avenida Victor Civita, na altura do número 1.026, no Jardim Conceição, no início da noite de terça-feira. Segundo a PM, 30 pessoas armadas ameaçaram o cobrador e, em seguida, atearam fogo no coletivo. Ninguém ficou ferido. Moradores protestaram contra o assassinato de quatro homens no bairro.

Nas redes sociais, há relatos da insegurança provocada pela violência.

Chacina. Quatro homens foram assassinados no Jardim Conceição, na madrugada de terça-feira. O primeiro ataque aconteceu na Rua Orlando Torres, onde três pessoas, identificadas como Rogério, Osias e Fernando, estavam na via pública quando foram surpreendidas por indivíduos que estavam em um Fox de cor prata e efetuaram disparos de arma de fogo contra as vítimas.

A segunda ocorrência aconteceu minutos depois na Avenida Victor Civita, também no bairro Jardim Conceição. Duas vítimas, identificadas como Calil e Danilo, foram feridas por disparo de armas de fogo também por homens que estavam em um Fox prata, de acordo com a Polícia Militar. Eles foram encaminhados ao Hospital Municipal Antônio Giglio. Danilo morreu, e Calil permanece internado, mas não corre risco de morte.

Mande sua notícia - Quais problemas você enfrenta no trânsito e no caminho para o trabalho? O metrô parou? Viu uma manifestação na cidade? Presenciou um acidente ou algo inusitado? Fotografou ou filmou um fato e quer compartilhar? Os usuários de WhatsApp podem agora usar o aplicativo para colaborar com o Estado. Envie vídeos, fotos ou apenas o seu relato ou ideia de pauta pelo número (11) 9-7069-8639. Suas sugestões serão apuradas por um repórter e podem ajudar as pessoas. Participe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.