Cinema fechou no ano passado

O dono do antigo Cine Belas Artes, André Sturm, quer reabrir o cinema no segundo semestre de 2013. Ele negocia com três proprietários: o do n.º 1.020 da Rua Teodoro Sampaio, em Pinheiros, na zona oeste, e os de duas áreas na região central. O antigo endereço, na Rua da Consolação, também no centro, por enquanto está fora de questão. Sturm disse que conversou recentemente com o advogado do dono do imóvel, Flávio Maluf, que não expressou interesse em reabri-lo como cinema.

CAMILA BRUNELLI , O Estado de S.Paulo

18 Outubro 2012 | 03h06

A negociação com o espaço de Pinheiros é a que está mais adiantada. Existem no local uma galeria com lanchonetes e um estacionamento. Nos fundos, há um prédio residencial e uma área que deveria ter sido ocupada por um teatro. Sturm não quis revelar os endereços dos espaços no centro. "Como ainda não está nada fechado, não quero revelar os endereços para não dar problema no negócio."

O investimento para reabrir o cinema deve ficar entre R$ 8 milhões e R$ 10 milhões. "Não é só chegar lá e colocar as cadeiras e o projetor. Se formos para um lugar que não é cinema, teremos de construir a estrutura." Para isso, Sturm está procurando investidores ou patrocinadores. Ele também cogita tentar um financiamento para o projeto.

O dono do Belas Artes não tem preferência por nenhum dos endereços. "Todas as opções que estou batalhando são boas. Todas têm suas vantagens." O cinema será nos mesmos moldes do velho Belas Artes. "A programação será a mesma, assim como o ambiente", garante Sturm.

Após 59 anos na esquina da Rua da Consolação com a Avenida Paulista, o Belas Artes fe

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.