Evelson de Freitas/AE - 5/5/2010
Evelson de Freitas/AE - 5/5/2010

Cine Belas Artes fecha nesta quinta-feira, diz proprietário

Mesmo com patrocínio, última proposta dos sócios para salvar tradicional cinema foi recusada

Bruno Paes Manso e Gabriel Pinheiro, Estadão.com.br

14 Março 2011 | 16h20

SÃO PAULO - Parece não ter mais jeito: segundo o sócio-proprietário do Belas Artes, André Sturm, o cinema fecha nesta quinta-feira. E já há programação para as sessões finais.

 

A última proposta ao dono do prédio localizado na Rua da Consolação era de aluguel mensal de R$ 85 mil. Mas, com o apoio de patrocinadores, a oferta aumentou -- Sturm não quis comentar a cifra. Nada feito com o proprietário Flávio Maluf.

 

Em 30 de dezembro, Maluf rescindiu o contrato de locação, e disse que entregaria o imóvel a uma loja. Inicialmente marcado para 27 de janeiro, o fechamento do cinema - fundado em 1952 como Cine Trianon e reinaugurado em 1967 como Belas Artes - foi sucessivamente adiado. Na web, a notícia causou comoção: vários abaixo-assinados e mensagens de protestos circulam há meses na rede.

 

Há ainda em jogo um processo de tombamento pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico de São Paulo (Conpresp), aberto em 18 de janeiro. Se aprovado, o imóvel não pode passar por reforma sem autorização prévia do órgão municipal, o que dificultaria a locação para um loja.

 

Na quinta-feira, o Belas Artes deve se despedir com exibições de Joelho de Claire (de Eric Rohmer), No Tempo do Onça (de Edward Buzzell) e O Águia (de Clarence Brown), entre outros clássicos.

Mais conteúdo sobre:
Belas Artes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.