Cinco perguntas para...Mario Marcondes

Diretor clínico do Hospital Veterinário Sena Madureira

, O Estado de S.Paulo

14 de julho de 2010 | 00h00

1. A alternância de clima pode afetar os animais? Pode. O tempo seco, como estava até no início da semana, as temperaturas baixas e essas alternâncias bruscas afetam principalmente os bichos com doenças pulmonares crônicas, como asma e bronquite.

2. Os animais sem problemas crônicos também podem sofrer com o clima?

A mudança drástica também pode provocar pneumonia e gripe canina, causada pelo vírus da influenza ou pela bactéria bordetella. A asma felina e o vírus da rinotraqueíte, que traz, entre outros sintomas, a conjuntivite, também podem atacar os gatos. Animais idosos também são vulneráveis.

3. Houve alguma mudança no número de internações no Hospital Sena Madureira? Um aumento de 18% em virtude dessas doenças.

4. Existe prevenção?

Sempre orientamos a vacinação contra a gripe canina e a rinotraqueíte. É bom proteger os animais mais magros e com pelagem curta. Isolar a cama do chão e fechar as janelas.

5. Depois da doença já instalada, como tratar? Levar ao veterinário e realizar os exames indicados, para verificar se há algum problema ou necessidade de algum remédio. A inalação para cães e gatos ainda pode ser recomendada. / DIANA DANTAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.